Estado Theta

Como emagrecer com saúde: Veja as dicas infalíveis!

Atualizado em 22/04/2020
Reiki

Quer saber como emagrecer com saúde? A perda de peso sugere uma infinidade de dietas. Entre as mais conhecidas, encontramos a dieta hiperproteica, a dieta monodieta ou hipoglicídica.

Contudo, apesar de atingir metas de como emagrecer com saúde a curto prazo, essas dietas não oferecem resultados duradouros. De fato, a melhor dieta para perder peso continua sendo a combinação de uma dieta com alto valor nutricional e atividade física regular. As características, portanto, de um programa equilibrado de perda de peso, inclui:

  • Perda de peso entre 500g e 1kg por semana;
  • Todas as categorias de alimentos devem estar representadas;
  • Atividade física integrada ao programa;
  • Trabalhar com imagem corporal positiva e auto-aceitação;
  • Deve permitir hábitos alimentares saudáveis ​​a longo prazo.

como emagrecer com saúde efetiva

Como emagrecer com saúde: a busca pela saúde e pelo corpo dos sonhos

Qualquer ganho ou emagrecimento é o resultado de uma alteração na nossa ingestão de calorias. Para alcançar o que é chamado de balanço energético, você precisa gastar tanta energia quanto consome. Calorias representam o valor energético dos alimentos. Quanto mais calorias houver nos alimentos, mais energia teremos que gastar para compensar.

Mas como funciona a dieta para saber como emagrecer com saúde?

Para o emagrecimento, é necessário criar um equilíbrio negativo, ou seja, queimar mais energia do que as calorias ingeridas. Perder 0,5 kg por semana, uma meta razoável, é equivalente a gastar 3.500 calorias a mais do que você consumiu. Portanto, isso implica em um balanço energético negativo de 500 calorias por dia, que será alcançado pela combinação de uma restrição alimentar razoável e atividade física regular.

Vários fatores podem interferir na variável de calorias consumidas. Por exemplo, foi demonstrado que o valor nutricional de um alimento listado no rótulo nutricional pode ser 20 a 30% maior ou menor. Podemos realmente confiar no rótulo nutricional para calcular nossas calorias?

Além disso, a quantidade de energia que um alimento contém na forma de calorias não é necessariamente a quantidade de energia que absorvemos, armazenamos e / ou usamos. Isso ocorre porque absorvemos menos energia de carboidratos e gorduras minimamente processados, porque são mais difíceis de digerir. Portanto, temos interesse em comer o menos processado possível.

Além disso, absorvemos mais energia dos alimentos cozidos porque esses processos quebram as células vegetais e animais, aumentando sua biodisponibilidade.

Finalmente, dependendo do tipo de bactéria presente em nosso intestino, algumas pessoas têm mais facilidade em extrair energia / calorias das paredes das células vegetais do que outras. Essas espécies de bactérias são os bacteroidetes. Em suma, não se trata apenas de calorias ingeridas.

Existem formas saudáveis de perder peso com muita saúde. Veja a seguir, outra dica importante para quem quer obter resultados efetivos e saudáveis para o emagrecimento!

Por que uma dieta rápida para perda de peso não é uma boa ideia?

No ciclo vicioso das dietas, o metabolismo básico é afetado negativamente pela diminuição. O metabolismo basal é a energia gasta pelo corpo para desempenhar funções essenciais, como respiração, circulação sanguínea, etc.

Essas funções constituem aproximadamente 60% do gasto calórico diário. Quanto maior o nosso metabolismo basal, maior o gasto energético diário. No entanto, dietas drásticas diminuem nosso metabolismo básico. Ao fazer uma dieta, nosso corpo entra em pânico e entra no modo de economia de energia.

Portanto, gastamos menos energia em repouso e, portanto, o risco de ganhar peso é muito maior. Além disso, a idade não está do nosso lado. A partir dos 20 anos, nosso metabolismo básico diminui de 2 a 3% ao ano. É por isso que quanto mais velhos ficamos,

Por outro lado, a massa muscular e o nível de atividade física aumentam o metabolismo básico e, portanto, o gasto energético. Geralmente, os homens têm um metabolismo basal mais alto do que as mulheres porque têm mais massa muscular. Isso, portanto, sublinha a importância de incluir o treinamento com pesos em nossa rotina de atividades físicas para saber como emagrecer com saúde.

dieta para perder peso

Problemas da obesidade x Benefícios para a saúde

A maioria das pessoas está ciente dos riscos associados ao excesso de peso. É até um dos motivos mencionados para perder peso: ter uma saúde melhor, bem como melhorar a autoestima.

Estar acima do peso pode aumentar o risco de:

  • diabetes tipo 2;
  • pressão alta;
  • doenças cardíacas;
  • certos tipos de câncer;
  • apneia do sono;
  • osteoartrite;
  • doença hepática gordurosa;
  • doença problemas renais;
  • problemas durante a gravidez em mulheres, como diabetes gestacional, pressão alta e aumento do risco de cesariana.

Para avaliar seu peso e os riscos associados, você pode calcular seu IMC e sua medida da cintura. Se seu IMC estiver acima de 25 e sua cintura acima de 88 cm para uma mulher ou 102 cm para um homem, seu risco é maior de desenvolver os problemas de saúde mencionados acima. Consulte um profissional de saúde, que poderá fazer uma avaliação geral de sua condição.

O local onde há acúmulo de gordura é, portanto, mais importante que o peso corporal total. Além disso, uma pessoa com um IMC normal, mas com uma circunferência alta da cintura indica a presença de gordura abdominal (formato de maçã) e o risco de sofrer problemas de saúde pode ser tão grande quanto um indivíduo com um IMC mais alto, mas redondo de tamanho normal.

obesidade

Deve-se notar que em uma pessoa com 65 anos ou mais, um IMC entre 23 e 27 mostrou ser mais ideal para taxas de sobrevivência do que a faixa padrão de 18,5 a 25. O IMC a taxa de mortalidade não aumentaria até um IMC de 33 nesses indivíduos.

Dietas

Se você decidir aprendera como emagrecer com saúde, é aconselhável fazê-lo com sabedoria. Os métodos drásticos são muito restritivos: muito baixos em calorias, exclusão completa de certos alimentos ou certos grupos de alimentos e inúmeros alimentos proibidos.

Portanto, isso pode levar a compulsões alimentares e uma sensação de perda de controle. Segue uma sensação de fracasso e então começamos outra dieta. É o círculo vicioso que começa. Quanto mais você faz, mais riscos para a sua saúde física e mental se acumulam.

Critérios para escolher uma boa dieta: Questionário

É preciso realizar uma avaliação detalhada e completa de nossa condição: estado de saúde, estilo de vida, hábitos alimentares, níveis de estresse e atividade física, entre outros?

É supervisionado por profissionais de saúde reconhecidos: nutricionistas, cinesiologistas, psicólogos , médicos e outros?

Esse método oferece uma meta realista de perda de peso (5 a 10% do peso inicial)?
Ela está buscando uma taxa moderada de perda de peso (não mais que 0,5 a 1 kg por semana)?

Ela fornece conselhos personalizados que levam em consideração nosso estilo de vida e nossas necessidades psicológicas e nutricionais?

A dieta fornece um mínimo diário de 1.200 calorias para uma mulher e 1.800 calorias para um homem?

A dieta se concentra na variedade e não elimina nenhum alimento ou grupo de alimentos?

A dieta ensina você a confiar em seus sentimentos internos de fome e saciedade?

Esse método incentiva atividades físicas regulares?

Finalmente, a dieta incentiva uma mudança gradual e não drástica em nosso estilo de vida?

Resultado

Você respondeu sim a cada uma das perguntas anteriores? Então, este método tem várias vantagens de como emagrecer com saúde realista, segura e duradoura. Contudo, se você respondeu não a algumas ou à maioria das perguntas anteriores, convém explorar outras opções, pois isso não promove perda de peso realista, saudável e sustentável.

Receitas

A proporção ideal para controle de peso seria de 30% para proteínas, 40% para carboidratos e 30% para gordura. A seguir, algumas receitas para as refeições diárias do programa de emagrecimento que atende a essas proporções*:

emagrecimento boa dieta

Cardápio

Esse é um exemplo de cardápio diário para quem quer emagrecer com saúde. Siga à risca as seguintes alimentações!

Manhã

  • 2 fatias de pão integral
  • 1 ovo
  • 1 fruta
  • 1 xícara (250 ml) de bebida de soja

Lanche da manhã

  • Vegetais crus
  • ¼ xícara (35 g) de amêndoas

Meio-dia

  • 120 g de peito de frango grelhado
  • Salada de legumes com vinagrete de azeite e ocado abacate
  • 100 g de quinoa cozida
  • 1 fruta

Lanche da tarde

  • 1 iogurte grego ou padrão
  • 50 g de frutas frescas
  • ¼ xícara (25 g) de aveia em flocos
  • 1 colher de chá. (15 ml / 7 g) de sementes de linhaça moídas

Noite

  • 120 g de salmão grelhado
  • Legumes salteados em azeite
  • 100 g de arroz integral
  • 250 ml de leite vegetal ou não 1-2% mg

Lanche da noite

  • 100 g de queijo
  • cottage com canela em pó

* Este menu fornece aproximadamente 1800 kcal por dia.

Chás para emagrecer

O chá é um líquido cheio de elementos ativos com benefícios para a saúde do organismo. Dentre eles, podemos encontrar:

  • teína;
  • EGCG;
  • catequina;
  • polifenóis;
  • taninos;
  • antioxidantes.

Estes elementos fazem do chá um alimento exclusivo para emagrecer e gerar qualidade de vida. Pesquisas recentes apresentam que, quem bebe o chá verde, por exemplo, conta com um IMC e uma cintura menor do que aqueles que não bebem a infusão.

cardápio emagrecimento

Em razão de que o chá é excelente para perder peso, antes de qualquer coisa, é um líquido diurético. Por isso, ele promove a redução de água nos rins e impede que haja a retenção na região dos tecidos.

A teína, ou cafeína, encontrada no chá estimula o metabolismo e promove a queima de gordura no corpo. Esta última ação é reforçada pela presença de antioxidantes.

As catequinas, em particular, permitem uma melhor distribuição de gorduras no corpo e estimulação da produção de noradrenalina, ideal para aumentar o gasto energético diário.

Além disso, o chá naturalmente promove o aumento da vitalidade e o nível energético, de maneira a promover a eliminação de toxinas e de quaisquer resíduos metabólicos.

Tipos

Os chás para perda de peso são diferentes do chá verde tradicional. São misturas que apresentam uma ou mais propriedades junto a ação emagrecedora. Nesse quesito, há o chá detox, chá para queimar gorduras, chá para retenção de líquidos ou ainda chá que sacia a fome.

Dessa forma, cada uma das misturas têm suplementação com planta seca ou elementos ativos cheios de benefícios. Neste chá detox, é possível encontrar extrato de spirulina, guaraná ou bétula.

Já a infusão que queima gorduras, de modo geral, é composto por substâncias ativas como guaraná, gengibre ou até frutas vermelhas. A realidade é que há mais de cem tipos de receitas e composições diferentes que podem trazer benefícios à saúde.

Ainda, existe, cada vez mais, curas específicas para emagrecer, com base neste chá, reservado a perda do peso. Elas seguem programa específico em que o chá apresenta um lugar importante na dieta.

Em vários casos, a cura dura uma média de 30 dias e têm consistência para que sejam consumidas entre uma a quatro xícaras diárias.

Benefícios

Os benefícios do chá para emagrecimento são inegáveis. A infusão de qualidade pode ser uma aliada preciosa para a perda do peso, combatendo a retenção de água e promovendo queima de gorduras.

Contudo, e para tanto, há a necessidade de fazer a seleção de um chá natural de com alta qualidade. A recomendação é uma infusão orgânica a granel, que respeita os tempos de infusão indicadas pelo fabricante.

É importante notar que o chá não se trata de uma cura milagrosa para perda de peso. Sua ingestão é de interesse somente se estiver associado a uma alimentação saudável e equilibrada. Sem que haja um estilo de vida saudável, o chá para o emagrecimento é, de forma relativa, pouco interessante.

emagrecimento saudável

Para uma ação ideal, seleciona uma alimentação de se destaque com grãos, ácidos graxos e proteínas magras.

O chá, portanto, deve ser ingerido moderadamente. A recomendação é que não se exceda três xícaras diárias, em razão do teor de cafeína que pode ter perturbação ao sono, causando distúrbios no ritmo do coração.

Ainda, a infusão deve ser consumida alheia às principais refeições, em razão de que sua composição pode interferir nas absorções adequadas do ferro na alimentação.

Atividades Físicas

É a melhor maneira de mantê-lo motivado. Manter-se fisicamente ativo ajudará você a perder peso e mantê-lo com o tempo.

atividade física

Benefícios da atividade física

  • Risco reduzido de doenças cardíacas, diabetes, mama, útero e câncer de cólon
  • Fortalecendo seus pulmões
  • Fortalecendo seus músculos e mantendo suas articulações em boas condições
  • Perda óssea mais lenta
  • Relaxamento e melhor gerenciamento do estresse
  • Construção de autoconfiança
  • Dormir melhor

Para uma saúde geral e para reduzir o risco de doença, procure pelo menos 30 minutos de atividade física moderada na maioria dos dias da semana. Para ajudar a gerenciar o peso corporal e impedir o ganho gradual, aponte 60 minutos de atividade física moderada a vigorosa na maioria dos dias da semana.

Para manter a perda de peso, procure pelo menos 60 a 90 minutos de atividade física diária moderada.Você pode dividir a quantidade de tempo em que faz atividade física, como 15 minutos por vez. Se você não é fisicamente ativo há algum tempo, não deixe que isso o impeça.

Comece devagar e aumente gradualmente sua atividade. Por exemplo, comece a andar por 10 a 15 minutos, três vezes por semana, depois gradualmente até na quantidade recomendada com uma caminhada rápida. Faça uma mistura de atividades de resistência (musculação), atividades cardiovasculares e recuperação. Acima de tudo, escolha uma atividade que o faça feliz.

Parceiro
Felicidade Em Tempos De Prozac

Terapias de apoio para emagrecer

Perder peso não é fácil. Entre as mudanças que a dieta induz no estilo de vida, nas atividades diárias, na dieta, não é incomum fazer brechas, até cair.

Se os medicamentos complementares não puderem substituir as prescrições básicas, você sabia que eles ainda podem ajudá-lo a alcançar seu objetivo? Veja, a seguir!

Reiki

O Reiki é um método de tratamento japonês pertencente à abordagem energética. Neste artigo, você descobrirá o que é essa terapia, seus princípios, sua história, seus benefícios, sua prática e as contra-indicações.

Em japonês, Rei significa universal e inclui matéria, alma e espírito. Ki (ou Qi ) refere-se à energia vital que circula em nós, como é entendida pelos medicamentos orientais, como a Medicina Tradicional Chinesa e o Ayurveda.

Reiki é, portanto, colocar ou trazer de volta o contato da “energia universal” e de nossa própria “força vital”, a fim de despertar um processo dinâmico de cura.

reiki emagrecimento

Os principais princípios

O Reiki pertence às chamadas abordagens energéticas, nas quais o praticante intervém no campo vibratório da pessoa. Essa habilidade é geralmente associada a técnicas de meditação ou disciplinas da prática espiritual, uma vez que existe, de uma forma ou de outra, na maioria das culturas ao longo da história.

Mas o Reiki difere dessas práticas tradicionais, pois é despojado de todos os laços religiosos e não requer nenhum desenvolvimento espiritual específico.

Os conceitos subjacentes às terapias energéticas, como o Reiki, têm semelhanças teóricas com vários modelos propostos na física moderna. Obviamente, nenhum desses modelos foi experimentalmente vinculado a medicamentos ou a resultados clínicos.

Os modelos propostos no bioeletromagnetismo, na física quântica ou de acordo com a teoria das supercordas, por exemplo, são consistentes com os escritos orientais. Isso sugere que uma vibração extremamente sutil poderia constituir o substrato da matéria como a conhecemos. Portanto, poderia ter um papel a desempenhar na saúde e na doença.

Parceiro
sessao online de thetahealing

Em uma sessão de Reiki, o praticante canaliza energia universal e, usando símbolos esotéricos e sons sagrados, a transmite colocando as mãos em diferentes partes do corpo do paciente.

As mãos não precisam entrar em contato direto com o corpo do paciente. A transmissão de energia pode até ser feita remotamente. A energia universal também teria sua “inteligência própria”, o que permitiria ir exatamente para onde o paciente precisa e não causar efeitos colaterais indesejados. A energia pessoal do praticante nunca deve intervir no processo.

Como emagrecer com saúde com a Hipnose?

A hipnose consiste em colocar o paciente em estado de transe, a fim de sugerir idéias a ele e, assim, modificar seu comportamento ou sentimento corporal.

A hipnose poderia, portanto, ajudar um paciente que procura perder peso para atingir seu objetivo, em particular fazendo com que ele fique enojado com alimentos gordurosos ou, inversamente, apoiando-o na idéia de comer uma dieta equilibrada, reduzindo lanches.

Reconhece-se que o estresse e os problemas emocionais podem levar a comer mais e, portanto, ganhar peso. Portanto, a hipnose também pode afetar indiretamente o peso, como vários estudos demonstraram: a hipnoterapia para reduzir o estresse resultou em considerável perda de peso nos pacientes em comparação com um grupo. testemunha.

No entanto, a hipnose deve ser vista como uma terapia complementar que facilita terapias mais convencionais. É frequentemente acompanhada de terapias cognitivas ou outras psicoterapias em pessoas que sofrem de excesso de peso.

Acupuntura auricular

Para tratar casos de perda de peso, é mais comum mencionar a acupuntura auricular. Este tipo de acupuntura usa o ouvido como uma representação do corpo (teria um formato invertido do feto) para tratar vários distúrbios.

Estimular certas partes do ouvido regularia, entre outras coisas, o apetite e os desejos.

De acordo com um estudo realizado na Coréia do Sul com 91 coreanos (16 homens e 75 mulheres) cujo IMC é igual ou superior a 23, a acupuntura auricular permitiria que os pacientes reduzissem seu IMC entre 5,7 e 6,1%.

Para as pessoas mais seriamente afetadas pela obesidade, a acupuntura auricular também daria bons resultados, mas mais particularmente nos casos em que a obesidade está ligada ao excesso de comida e menos a outros fatores, como a hereditariedade.

Por fim, outros estudos mostraram que a acupuntura, sem especificar de que tipo é, teria permitido que pessoas com obesidade grave (IMC maior ou igual a 35) reduzissem significativamente seu IMC após vários meses de tratamento. Assim, após 12 meses de tratamento, o IMC médio da população estudada aumentou de 40,22 para 31,1.

Essa terapia também foi acompanhada de prescrições alimentares, mas esse grupo de pessoas perdeu mais peso do que o grupo controle, que seguiu uma dieta mais restritiva e praticou mais esportes, sem sessões de acupuntura.

como emagrecer com saúde

A acupuntura tem efeitos inibidores de apetite, regulador metabólico e anti-estresse, o que a torna uma opção atraente, além de uma dieta para acelerar a perda de peso.

Parceiro
Felicidade Em Tempos De Prozac

Principais Erros

A dieta milagrosa não existe. Se existisse, saberíamos há muito tempo como emagrecer com saúde! Por isso, fique longe das seguintes dietas que apresentam as seguintes condições:

  • imagens de corpo perfeito;
  • uso dos chamados produtos “naturais” e “queimadores de gordura”;
  • não precisa se exercitar;
  • perda de peso muito rápida (5 quilos em 2 semanas, por exemplo);
  • perda de peso garantida;
  • aprovado por um pseudo-especialista;
  • estudos clínicos falsos e sem referências.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe conosco a sua opinião e experimente as práticas complementares para melhorar a sua qualidade de vida e autoestima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *